Clusters uma das soluções para Portugal

Realizou-se na cidade do Porto um grande evento sobre Clusters de Inovação. Estes Clusters de Inovação geram competitividade e desenvolvimento do país. Devem constituir uma aposta de referência no planeamento e execução de um novo modelo estratégico para a economia portuguesa. Vivem-se tempos de profunda crise internacional, grande parte dos sectores económicos confrontam-se com previsões pessimistas em relação ao futuro, a criação e dinamização dos Clusters é essencial. Os Clusters de Inovação, como projetos integrados de base local e nacional, geram um conhecimento importante para testar a capacidade de encontrar novas soluções associadas à inovação. Este é um dos grandes desafios deste ano de 2012.

Uma simbiose entre os intervenientes sociais e económicos (Municípios, Universidades, Associações Empresariais, entre outros) na apresentação de soluções estratégicas para Clusters acabarão por trazer surpresas positivas. Clusters de conhecimento local podem ser um importante estimulo ás organizações a melhorarem a sua produtividade e competitividade. A criação de comunidades, de conhecimento especializado no contexto em que as organizações se encontram inseridas, melhoram a eficiência e o desperdício. Estas sinergias criadas entre áreas relacionadas localmente podem aumentar não só a qualidade dos produtos como também a quantidade e conseguir chegar a mercados maiores.

O que está em causa em tudo isto é a aceitação e posterior resolução, por parte de todos no país, de um verdadeiro desígnio estratégico de corrigir o modelo mais recente de desenvolvimento económico. Informação, Inovação, Conhecimento e Criatividade são as palavras-chave de uma estratégia centrada na criação de valor global com impacto direto na produtividade e competitividade e, por conseguinte, no emprego e riqueza do país.

O sucesso dos Clusters de Inovação é fundamental para o desenvolvimento do país. É urgente que a sociedade agarre de forma séria este desígnio e faça da criação destas “Novas Plataformas de Competitividade” uma verdadeira aposta estratégica coletiva para os próximos anos.

O crescimento da economia portuguesa terá de passar por boas politicas sociais e económicas por parte do governo central, assim como de municípios, associações empresariais, Universidades, etc. Os governos dos últimos anos têm feito um investimento brutal na instrução dos portugueses, este conhecimento pode e deve ser rentabilizado com apoios a estes tipos de Clusters. O país só cresce se aproveitar o conhecimento que sai das universidades. O conhecimento trás consigo valor acrescentado a qualquer economia.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s